sexta-feira, 24 de Setembro de 2010

Navios da frota costeira do Brasil (5)


Companhia Nacional de Navegação Costeira
1891 - 1965
Operadores : Irmãos Lage
Avenida Rodrigues Alves, 303, Rio de Janeiro

Termino esta primeira aproximação à empresa em referência, com os seus quatro principais navios. Conhecidos por ”Cisnes Brancos” no Brasil, ultrapassaram as fronteiras territoriais, divulgando o nome de quatro mulheres cujo desempenho ao serviço do país promoveu essa reconhecida homenagem. De entre elas, o nome de “Anna Nery” está perpetuado em escolas de enfermagem, no Rio de Janeiro e provavelmente noutros locais, onde a sua memória e os seus feitos não foram esquecidos.
Quanto ao paquete do mesmo nome, recentemente vendido para demolir em Alang, defendo a opinião daqueles que gostam de navios, por justificar ter tido uma segunda oportunidade, propondo entre outros exemplos funcionar como Universidade flutuante ou até mesmo como Hospital Militar. Os irmãos Lage mereciam-no completamente.

PRINCESA Carolina Josefa LEOPOLDINA Francisca Fernanda de Habsburgo-Lorena, nasceu em Viena de Áustria a 22 de Janeiro de 1797 e faleceu no Rio de Janeiro a 11 de Dezembro de 1826. Foi Rainha-consorte de Portugal e 1ª Imperatriz-consorte do Brasil, regente do Reino em Setembro de 1821 e durante oito dias em 1826.

navio “PRINCESA LEOPOLDINA”
1962-1968

O paquete "Princesa Leopoldina"
Foto de autor desconhecido - Imagem Photoship.Uk

Cttor.: Estaleiro Euskalduna, Bilbao, Espanha, 08.1962
Arqueação : Tab 9.696,00 tons - Porte 2.848 tons
Dimensões : Ff 145,60 mts - Pp 132,00 mts - Boca 18,70 mts
Máquina : B&W, 1962 - 2:Di - 8:Ci - 9.200 Bhp - 17 m/h
Demolido em Alang, Índia, em 22 de Junho de 2001

PRINCESA ISABEL Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bragança e Bourbon, nasceu no Rio de Janeiro a 29 de Julho de 1846 e faleceu em Eu, França a 14 de Novembro de 1921. Foi a última Princesa Imperial e regente do Império em três ocasiões. À Princesa deve-se a abolição da escravatura no Brasil.

navio “PRINCESA ISABEL”
1962-1968

O paquete "Princesa Isabel"
Foto de autor desconhecido - Imagem Photoship.Uk

Cttor.: Soc. Espanhola de Const. Naval, Bilbao, 08.1962
Arqueação : Tab 9.821,00 to - Tal 3.612,00 to - Porte 3.300 to
Dim.: Ff 145,60 mts - Pp 132,01 mts - Bc 18,70 mts - Ptl 8,31 mts
Máquina : B&W, 1962 - 2:Di - 8:Ci – 6.500 Bhp - 17 m/h
Demolido em Alang, Índia, em 25 de Janeiro de 2008

ANNA Justina Ferreira NERY nasceu em Cachoeira a 13 de Dezembro de 1814 e faleceu no Rio de Janeiro a 20 de Maio de 1880. Desempenhando funções de enfermeira, para acompanhar o marido e filhos durante a guerra do Paraguai, destacou-se pelos serviços prestados no tratamento e assistência aos feridos e enfermos, sendo agraciada pelo governo Imperial com a Medalha Geral de Campanha e a Medalha Humanitária de 1ª Classe.

navio “ANNA NERY”
1962-1968

O paquete "Anna Nery"
Foto de autor desconhecido - Imagem Photoship.Uk

Cttor.: Brodogradiliste Uljanik, Pula, Croácia, 09.1962
Arqueação : Tab 10.444,00 tons - Porte 3.430 tons
Dimensões : Ff 150,00 mts - Pp 135,00 mts - Boca 20,00 mts
Máquina : B&W, 1962 - 2:Di - 7:Ci – 8.100 Bhp – 17,5 m/h
Entregue para demolir em Alang, Índia, em 2010

ROSA Maria Paulina de Barros Cavalcanti DA FONSECA, nasceu no Estado de Alagoas a 18 de Setembro de 1802 e faleceu no Rio de Janeiro a 11 de Julho de 1873. Apesar de ter vivido um noivado conflituoso com a família do futuro marido, devido à sua origem humilde, descendente de índios e escravos, contraiu matrimónio com Manuel Mendes da Fonseca. Em resultado desse casamento, foi mãe de alguns filhos que se distinguiram na carreira militar, com especial relevo na luta pela incondicional soberania do Brasil.

navio “ROSA DA FONSECA”
1962-1972

O paquete "Rosa da Fonseca"
Foto de autor desconhecido - Imagem Photoship.Uk

Cttor.: Brodogradiliste Uljanik, Pula, Croácia, 09.1962
Arqueação : Tab 10.451,00 to - Tal 6.661,00 to - Porte 2.911 tons
Dim.: Ff 150,00 mts - Pp 135,16 mts - Bc 19,00 mts - Ptl 10,00 mts
Máquina : B&W, 1962 - 2:Di - 7:Ci – 8.100 Bhp – 17,5 m/h
Demolido em Calcutá, Índia, a 02 de Março de 1998.

1 comentário:

NOVA ORDEM disse...

Caro amigo, eu tenho uma forte impressao que o navio Princesa Leopoldina , nao homenageava a Imperatriz Leopoldina do Brasil e sim a irma da Princesa Isabel, Princesa Leopoldina, que se casou com o Duque de Saxe e faleceu ainda muito jovem, na Europa.