quarta-feira, 28 de junho de 2017

História trágico-marítima (CCXXII)


O encalhe do vapor norueguês "Bessa", junto à Torre do Bugio

Vapor encalhado
Em frente da baía de Cascais encalhou esta manhã, devido ao denso nevoeiro, o vapor norueguês “Bessa”. Até esta hora, 3 horas da madrugada, continua encalhado em frente à baía de Cascais.
Durante a noite estiveram em sua volta vários rebocadores, aliviando-lhe a carga, contando às primeiras horas da manhã pô-lo a flutuar.
(In jornal “Comércio do Porto”, terça-feira, 20 de Novembro de 1928)

Foto do vapor "Bessa", de autor desconhecido
Kolltveit, Baerd e Pedersen, Bjoern, Wilh. Wilhelmsen, 150 years,
1861-2011, WW/ Dinamo Forlag, ISBN: 978-82-8071-221-9

Características do vapor norueguês “Bessa”
1917-1936
Armador: Den Norske Afrika og Australie Linie, Toensberg
Operador: Wilh. Wilhelmsen, Toensberg/ Oslo, Noruega
Nº Oficial: N/d - Iic: M.Q.W.B. - Porto de Registo: Toensberg
Construtor: Union Iron Works Co., Alameda, Califórnia, EUA, Abr.1917
Arqueação: Tab 7.797,00 tons - Tal 5.797,00 tons
Dimensões: Pp 125,20 mts - Boca 17,12 mts - Pontal 8,94 mts
Propulsão; Do construtor - 1:Te - 3:Ci - 600 Nhp - 11 m/h

O encalhe do “Bessa”
Continua nos baixos de areia do Bugio o vapor norueguês “Bessa”, que ontem de manhã, devido ao nevoeiro, encalhou naquele local.
Os trabalhos de salvamento recomeçaram hoje, às primeiras horas do dia, por parte das tripulações dos rebocadores “Falcão”, “Milhafre”, “Europa”, “Pátria”, “Arouca” e “Record”, mas, devido ao intenso nevoeiro, às 3 horas da tarde, o navio conservava-se no mesmo sítio, sendo possível que ainda hoje não seja safo.
As operações de descarga do “Bessa” prosseguiram ontem à noite, para ser conseguido pô-lo a flutuar. Como o “Bessa” metesse água pelo porão da ré, foram pedidas bombas para o seu esgotamento, de maneira a possibilitar safar o vapor na maré da madrugada.
(In jornal “Comércio do Porto”, quarta-feira, 21 de Novembro de 1928)

O encalhe do vapor “Bessa”
Devido ao nevoeiro, ainda não foi possível pôr a flutuar o vapor norueguês “Bessa”, que ante-ontem encalhou na Torre do Bugio.
Os trabalhos prosseguiram com o auxílio de um rebocador dinamarquês, contando pô-lo a flutuar às primeiras horas da manhã.
(In jornal “Comércio do Porto”, sexta-feira, 22 de Novembro de 1928)

O encalhe do vapor “Bessa”
O nevoeiro continua a prejudicar os trabalhos de salvamento do vapor norueguês “Bessa”, encalhado na areia, na Torre do Bugio.
No local encontra-se, desde ontem, um vapor de salvação dinamarquês, que se propõe desencalhar o “Bessa”, porém, apesar dos esforços empregados, os resultados foram infrutíferos.
(In jornal “Comércio do Porto”, sábado, 23 de Novembro de 1928)

O vapor “Bessa”
Hoje, pelo meio-dia, hora da preia-mar, procederam-se aos trabalhos de salvamento do navio norueguês “Bessa”, há dias encalhado em frente da Torre do Bugio.
Apesar dos esforços empregues pelos vapores estrangeiros de salvação, auxiliados por um rebocador alemão de alto-mar, que substituíram os rebocadores portugueses naquele trabalho, continuam com resultados improfícuos.
As tripulações destes vapores esperam, mais uma vez, pôr o “Bessa” a flutuar na próxima preia-mar, pela madrugada de hoje.
(In jornal “Comércio do Porto”, segunda, 25 de Novembro de 1928)

Vapor norueguês “Bessa”
O vapor norueguês “Bessa”, que se encontrava encalhado nos bancos da Torre do Bugio, conseguiu hoje safar.se, com o auxílio dos rebocadores.
(In jornal “Comércio do Porto”, quinta-feira, 29 de Novembro de 1928)

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Leixões na rota do turismo! (9/2017)


Na 3ª semana de Junho

Fica registado neste período a repetição de visitas ao porto de quatro navios de passageiros, dentro da maior normalidade, com excelentes condições de tempo e mar.

No dia 17, o navio de passageiros "Wind Surf"
Chegou procedente de Lisboa e seguiu viagem para a Corunha

Ainda no dia 17, o navio de passageiros "Star Legend"
Também vindo procedente de Lisboa, continuou viagem para Vigo

No dia 20, o navio de passageiros "Aegean Odissey"
Como os anteriores veio de Lisboa, seguindo viagem para a Corunha

No dia 21, o navio de passageiros "Tui Discovery 2"
Chegou procedente de Vigo, seguiu com rumo a Lisboa

quarta-feira, 21 de junho de 2017

História trágico-marítima (CCXXI)


Ocorrências registadas em Junho de 1860

Em Caminha – Naufrágio
No dia 1 do corrente, pelas 7 horas da tarde, encalhou na barra de Caminha o caíque “Três Amigos”, que vinha de Aveiro com um carregamento de sal. Salvou-se a tripulação, mas muito poucos aparelhos. O barco pertencia à casa dos srs. Pereira & Filhos, de Aveiro.
(In jornal “Comércio do Porto”, quarta-feira, 6 de Junho de 1860)

No rio Douro – Sinistro
Achando-se ancorado no Ouro o palhabote “Heroísmo”, que viera dos Açores carregado de pozolana (terra avermelhada de origem vulcânica), para as obras da alfândega, na madrugada do dia 4, alguém mal intencionado cortou-lhe os cabos de terra, e em consequência disso o navio garrou e caiu nas pedras. Às 7 horas da manhã chegou ali o sr. director das obras públicas, que mandando vir as catraias e gente das obras da barra, tão acertadas providências deu, que foi possível salvar o navio, sem avaria nem perigo.
(In jornal “Comércio do Porto”, terça-feira, 5 de Junho de 1860)

Em Faro – Naufrágio
Por participação do director interino do círculo das alfândegas do Algarve, consta que no dia 15 do corrente mês naufragara na ilha, um pouco a oeste da barreta do porto de Faro, o bergantim napolitano “S. Miguel”, capitão Vicente Riccio, e carregador W.N. Mattos, pertencente ao porto de Procida, e procedente de Swansea com carvão de pedra, para a Serra Leoa. Toda a tripulação foi salva.
(In jornal “Comércio do Porto”, quinta-feira, 28 de Junho de 1860)

terça-feira, 20 de junho de 2017

Leixões na rota do turismo! (8/2017)


Escalas em porto na 2ª semana de Junho

O número de navios que se apresentaram de visita a Leixões baixou consideravelmente neste período. Digno de registo apenas o regresso do navio de passageiros "Boudicca", merecendo especial relevo a viagem de cruzeiro, que propiciou a escala inaugural em porto do navio de passageiros "Silver Spirit", que deverá regressar a Leixões em breve.

No dia 12, o navio de passageiros "Boudicca"
Veio procedente de Liverpool, seguiu viagem para o Funchal

No dia 15, o navio de passageiros "Silver Spirit"
Chegou proveniente de Lisboa e continuou viagem rumo à Corunha

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Divulgação


Tertúlia de encerramento do Seminário do Mar



domingo, 11 de junho de 2017

Leixões na rota do turismo! (7/2017)


A primeira semana de Junho

Neste período as escalas em porto decorreram em perfeita normalidade, à excepção do cancelamento daquela que seria a primeira visita a Leixões do navio "Variety Voyager", com previsão de chegada no dia 6, procedente de Portimão, para continuar a viagem com destino a Vigo. Regista-se de igual forma a visita inaugural ao porto do navio de passageiros "Star Pride", de acordo com a informação descrita abaixo e ainda lembramos a estadia do caça-minas da marinha inglesa "Blyth", eventualmente para descanso da guarnição.

No dia 2, o navio de passageiros "Insignia"
Vindo procedente de Lisboa, seguiu viagem para a Corunha

No dia 3, o navio de passageiros "Sea Cloud II"
Chegou procedente de Lisboa, continuou a viagem para Vigo

No dia 5, o navio de passageiros "Star Pride"
Tal como o navio anterior, veio de Lisboa e seguiu viagem rumo a Vigo

Também no dia 5, o navio de passageiros "Ventura"
Chegou procedente de Southampton, seguiu viagem para Barcelona

No dia 6, regressou o navio de passageiros "Tui Discovery 2"
Chegado procedente de Vigo, continuou a viagem rumo a Lisboa

No dia 7, o navio de passageiros "Oriana"
Chegou procedente de Southampton, seguiu viagem para Barcelona

Navio caça-minas inglês HMS “Blyth” da classe “Sandown”
Passou recentemente por Leixões este navio caça-minas, construído nos estaleiros Vosper Thornycroft, em 4 de Julho de 2000, tendo entrado ao serviço em 28 de Fevereiro de 2001. Tem um deslocamento de 600 toneladas, mede 52,50 metros de comprimento por 10,90 metros de boca. O porto de armamento é Clyde, navega com uma guarnição composta por 34 tripulantes e desenvolve uma velocidade na ordem das 15 milhas por hora.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Dia mundial dos oceanos 2017


Onde está a consciência ambiental?

Causa

Efeito

Porque o assunto é urgente, paremos para pensar e agir!

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Divulgação


Maré d’Arte” invade Largo Fonseca Lima no dia 10 de Junho


O Largo Fonseca Lima, em Esposende, vai ser palco, no próximo sábado, dia 10 de junho, de um evento de arte na rua, intitulado “Maré d’Arte”.
A iniciativa marca o arranque do Ciclo de Artes Plásticas e Performativas do Museu Municipal de Esposende e reúne artistas plásticas e performers do norte de Portugal, sendo comissariada pela pintora Madalena Macedo, de Guimarães.
O evento vai decorrer das 10h00 às 16h30, com pintura ao vivo em cavalete, com a participação dos pintores António Miranda, Fátima Miranda e Monteiro da Silva, de Barcelos, António Nunes, João Marrocos e Joel Correia, de Caminha, Jorge Ferreira, de Forjães, Lurdes Rodrigues, de Braga, Cipriano Oquiniame, de Viana do Castelo, Mário Rebelo de Sousa, de Vila Praia de Âncora, Pierre-Michel de Keyn, de Valdreu, e da própria Madalena Macedo.
A Maré d’Arte trará ainda ao Largo Fonseca Lima apontamentos de poesia pelos declamadores Armindo Cerqueira, de Barcelos, e Maria Simões, de Braga, cujo fio condutor terá como protagonista as paisagens e as histórias do mar de Esposende.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Divulgação


Evocação do Dia Mundial dos Oceanos de 2017

sábado, 3 de junho de 2017

História trágico-marítima (CCXX)


O naufrágio do vapor americano “Tuscarora”

Nestes últimos dias tem aparecido vários objectos pertencentes a navios, como tábuas e outros pertences, arrolados na praia, desde a Torreira até à Costa Nova do Prado.
Pelos fragmentos encontrados nas praias atrás mencionadas, é de presumir que a embarcação naufragada no mar alto se denominava “Tuscarora”, seguindo em viagem para o Porto com carregamento de algodão. Não é conhecido, porém, o porto de onde procedia. É de crer que os infelizes tripulantes morressem todos.
Consta que a corporação fiscal tem procedido com toda a vigilância, apanhando e colocando em sítio seguro tudo quanto tem arrolado.
(In jornal “Distrito de Aveiro”, quinta-feira, 23 de Janeiro de 1873)
(In jornal “Comércio do Porto”, sábado, 25 de Janeiro de 1873)


Características do vapor americano “Tuscarora”
Nº Oficial: N/d - Iic: N/d - Porto de registo: Filadélfia
Armador: Cope Brothers, Filadélfia
Construtor: Não identificado, Filadélfia, 1848
Arqueação: Tab 1.449,00 tons
Dimensões: N/d
Propulsão: 1 motor compósito

O naufrágio do vapor “Tuscarora”
Com o fim de procederem à arrecadação e guarda dos salvados do navio americano “Tuscarora”, que há dias naufragou na costa de Portugal, e que possam vir dar a terra, mandou o sr. António Pereira Júnior, acreditado comerciante da praça de Aveiro, alguns homens para junto da costa próximo da cidade, cumprindo assim as instruções que recebeu de um seu correspondente.
O navio ia para o Porto com carregamento de algodão.
(In jornal “Campeão das Províncias”, sábado, 25 de Janeiro de 1873)
(In jornal “Comércio do Porto”, Domingo, 26 de Janeiro de 1873)

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Leixões na rota do turismo! (6/2017)


A última semana de Maio

Continuaram em bom ritmo as visitas de navios de passageiros em porto, merecendo especial realce as primeiras escalas dos navios "Costa Magica" e "Seven Seas Explorer".
Regista-se igualmente o cancelamento de uma segunda escala do navio "Nautica", que estava prevista para o último dia do mês.
Antecipamos desde já, para o mês de Junho,  mais algumas novidades.

No dia 25, o navio de passageiros "Nautica"
Chegou procedente de Lisboa, saiu com destino à Corunha

Ainda no dia 25, o navio de passageiros "Costa Magica"
Chegou procedente de Lisboa, saiu com destino à Corunha

No dia 26, o navio de passageiros "Silver Wind"
Chegou procedente de Lisboa, saiu com destino à Corunha

Também no dia 26, o navio de passageiros "Marina"
Chegou procedente de Lisboa, saiu com destino a Bilbao

No dia 27, o navio de passageiros "Berlin"
Chegou procedente de Lisboa, saiu com destino a Southampton

No dia 29, o navio de passageiros "Seven Seas Explorer"
Chegou procedente de Lisboa, saiu com destino à Corunha

No dia 30, o navio de passageiros "Silver Cloud"
Chegou procedente de Lisboa, saiu com destino à Corunha

No dia 31, o navio de passageiros "Marco Polo"
Chegou procedente de Lisboa, saiu com destino à Corunha